Cauterização Capilar sem chapinha

Oi gente! Hoje a dica para vocês é de como fazer uma cauterização sem usar a chapinha!

Mas Mari, o que é cauterização?
A cauterização é um tratamento que cicatriza a cutícula do cabelo para que as vitaminas e proteínas depositadas nele, através de uma hidratação profunda a base de queratina, permaneça por mais tempo nos fios. Ela deixa os cabelos mais macios e com menos frizz, suavizando as pontas duplas e selando os fios. Portanto, respondendo à dúvidas de muitas pessoas, o procedimento não lisa os fios, só deixa com a sensação de estar mais liso, mas porque está com menos frizz e mais macio.
Se seu cabelo for MUITO danificado, faça a cada 15 ou 20 dias, caso contrário, uma vez por mês.

A maioria dos procedimentos usa a chapinha, mas como eu não curto muito ficar usando a chapinha, fui procurar um procedimento sem ela.
Vocês vão precisar de:



O passo a passo é o seguinte:

  1. Aplique shampoo anti-resíduos uma vez e tire o excesso de água dos fios com o auxílio de uma toalha.
  2. Aplique queratina em todo o comprimento dos fios (como a minha não tinha proteção térmica, eu apliquei um protetor térmico logo em seguida) e use o secador, na função quente, por 5 minutos. O calor ajudará na absorção da queratina.
  3. Sem enxaguar, aplique uma máscara de hidratação e enluve todo o comprimento dos fios. Secador por mais 10 minutos.
  4. Espere esfriar os fios e enxague na água fria (ajuda a selar os fios), ou usando um condicionador que sele a cutícula (foi meu caso, já que estava muito frio aqui).
  5. Finalize como de costume.

Vocês vão notar o cabelo mais controlado e com menos frizz. Se feito com a chapinha, acho que fica com o efeito liso mais notório. Caso queiram usar a chapinha, a Manu, do Desejos de Beleza, explica AQUI como é o procedimento.
Para quem faz o Cronograma Capilar (ver mais sobre o cronograma AQUI), a cauterização entra na etapa de reconstrução.

Hidratação de Cacau

Meninas, hoje vim trazer para vocês um receita de Hidratação Capilar que leva cacau em pó. Lembrando que como o nome já disse, essa receita entra no Cronograma Capilar como hidratação. Não sabe o que é Cronograma Capilar? Clique AQUI para saber mais!

Fonte: Mundo Boa Forma
O cacau tem vários benefícios para a saúde de um modo geral, e também ajuda muito para manter pele e cabelos saudáveis. Como nosso foco aqui é cabelo, vou falar de alguns benefícios do cacau para a saúde dos fios:
  • Ajuda a aumentar a circulação sanguínea dos fios, deixando-os mais saudáveis e ajudando a reduzir a perca de cabelo. A queda também é controlada porque o cacau é rico em magnésio.
  • Tem ação anti-inflamatória, minimizando as chances de ter infecções no couro cabeludo.
  • Ajuda a dar brilho, vitalidade e volume, já que possui nutrientes como a proteína, riboflavina, vitamina A e tiamina.


Agora vamos à receita!!
Lembrando que essa quantidade dá para aplicar em cabelos volumosos e longo. Caso seu cabelo seja mais curto, faça metade.

  • 1 xícara de água filtrada
  • 1 colher (sopa) bem cheia de amido de milho (maisena)
  • 1 colher (sobremesa) de cacau em pó
  • 1 colher (sopa) de uma máscara capilar de hidratação
  • 1 colher (sobremesa) de óleo vegetal (coco, azeite extra virgem, etc)
  • 1 colher (sobremesa) de mel

Misture o amido de milho e o cacau na água e mexa bem, até que estejam misturados. Leve ao fogo, sempre mexendo, até que engrosse e fique em consistência de mingau. Espere esfriar. Acrescente os demais ingredientes e aplique no cabelo limpo (após o shampoo) e úmido (retire o excesso de água dos fios). Deixe agir de 20 à 30 minutos. Enxague e condicione.

Meu cabelo fica com o frizz super controlado e dá uma alinhada linda nos fios. Espero que gostem e se fizerem, deixem comentários contando como o cabelo de vocês "reagiu".

Look confortável para viagem

Oi meninas!! Hoje resolvi fazer um post com dicas para viajar de forma confortável sem deixar o estilo de lado. Viagens internacionais demoram uma média de 10 horas e uma das formas de deixar ela menos cansativa é apostando em roupas e sapatos confortáveis, que não apertam demais e nem causem nenhum tipo de incômodo.
  • A dica número um é usar uma calça que não aperte demais, pode ser um moletom, um jeans boyfriend, até mesmo uma legging, desde que não seja com costura, pois elas apertam mais. Calça muito apertada pode dificultar a circulação sanguínea!





  • A segunda dica é apostar em uma sapato fechado e confortável, pode ser uma sapatilha, um tênis ou uma bota. Ir com sapatos abertos, tipo sandálias, pode não ser tão bacana, pois a temperatura lá em cima é mais fria, e as vezes você pode acabar sentindo o pé gelado, e aí não tem como ficar confortável assim.





  • Aposte em um casaco ou jaqueta mesmo que esteja quente na cidade de partida, no avião pode esfriar.






Brasília: onde ir?

Fomos à Brasília em uma viagem bem curta de dois dias, somente porque o Wallace tinha que receber uma menção honrosa da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), pelo trabalho que ele desenvolveu no doutorado dele. Já que estávamos lá para o evento, decidimos aproveitar para dar um passeio e conhecer alguns pontos da cidade.



Saindo do Aeroporto
A primeira opção é a de ir de táxi e gastar por volta de 40 reais na corrida. Mas estávamos em busca de algo mais barato, logo, pegamos um ônibus com destino ao centro da cidade. 

Existem duas opções de ônibus, o executivo e o urbano. 

O executivo ou linha 113 sai do aeroporto (em frente aos portões 4 e 5) e passa por alguns pontos, como:  eixo L, Esplanada dos Ministérios, setor hoteleiro norte e sul, centro de convenções e eixo W. O trajeto dura em torno de 30 minutos e custa R$ 12,00. Nesse ARQUIVO você pode ver os horários de saída do ônibus e preço (caso o valor seja atualizado).

Nós não pegamos o executivo e sim o urbano, que  é sem dúvida o meio de transporte mais barato para chegar ou sair do aeroporto. Existem algumas linhas de ônibus com ponto inicial no aeroporto de Brasília. A linha 11 (Aeroporto/L2Norte e rodoviária/Aeroporto) e a linha 30 (Aeroporto/ w3 sul e norte/ Aeroporto) praticamente fazem o mesmo trajeto saindo do aeroporto até o setor noroeste. Ambos custam R$2,50 ao passageiro. Para maiores informações sobre as linhas de ônibus e trajetos, use o site do DFTrans.

Onde ir?
Não conhecemos tudo na cidade, mas fomos no Planalto (mas não entramos), no Santuário Dom Bosco, no Pontão do Lago Sul e na Catedral de Brasília.
Todo o trajeto fizemos a pé, a não ser no Pontão, que pegamos um táxi para ir, e voltamos de ônibus. Há um ponto logo na saída que passa ônibus com direção à rodoviária.


  • Catedral de Brasília

Projetada por Oscar Niemeyer, a catedral foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília. Sua pedra fundamental foi lançada em 12 de setembro de 1958. Teve sua estrutura pronta em 1960 e foi concluída e dedicada em 31 de maio de 1970. A catedral é uma estrutura hiperboloide construída a partir de 16 colunas de concreto, pesando 90 toneladas cada. Seus vitrais são de autoria da artista plástica Marianne Peretti. (Fonte: Wikipédia)




Para saber horário de missas e confissões, assim como demais informações sobre a catedral, acesse AQUI o site.

  • Santuário Dom Bosco

O Santuário Dom Bosco é uma das mais conhecidas Igrejas de Brasília e uma das imagens mais frequentes nos cartões-postais dessa cidade. Ocupa uma boa parte da Quadra 702 Sul, em posição bastante central no Plano-Piloto. Ele foi criado por Lúcio Costa, projetor de Brasília. 
Construído em homenagem ao padroeiro de Brasília, São João Belchior Bosco, o Santuário tem 80 colunas de 16 metros e é decorado por vitrais em 12 tonalidades de azul. No interior, um lustre de 3,5 m de altura, formado por 7.400 peças de vidro murano, simboliza Jesus, a luz do mundo. Portas produzidas em ferro e bronze, com baixos-relevos, lembram a vida de Dom Bosco. (Fonte: Wikipedia).
Vale muito a pena a visita no santuário, ele realmente é lindo!




  • Palácio do Planalto

Palácio do Planalto é o nome oficial do local de trabalho da Presidência do Brasil.[1] É o local onde está localizado o Gabinete Presidencial do presidente da República. O prédio também abriga a Casa Civil, a Secretaria-Geral e o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. É a sede do poder executivo do Governo Federal brasileiro. O edifício está localizado na Praça dos Três Poderes em Brasília, tendo sido projetado por Oscar Niemeyer. O Palácio do Planalto faz parte do projeto do Plano Piloto e foi um dos primeiros edifícios construídos na capital. A construção do Palácio do Planalto começou em 10 de julho de 1958 e foi concluída em 21 de abril de 1960. (Fonte: Wikipédia).



Não chegamos a entrar no Palácio, por falta de tempo e porque não há visitações todos os dias. Porém, se você ficou interessado (a) em fazer uma visita guiada, acesse AQUI o site do Planalto e agende sua visita.

  • Pontão do Lago Sul

O Pontão do Lago Sul é um dos lugares para quem busca diversão e tranquilidade em Brasília. Considerado o maior centro de entretenimento e lazer da capital o Pontão do Lago Sul conta com ótima estrutura, bares, restaurantes além de uma bela visão para o Lago Paranoá. (Fonte: Sou de Brasília). 
O lago Paranoá é artificial e é formado pelas águas represadas do Rio Paranoá. Tem 48 quilômetros quadrados de área, profundidade máxima de 38 metros e cerca de oitenta quilômetros de perímetro, foi criado com o objetivo de aumentar a umidade em suas proximidades. (Fonte: Wikipédia).
É um excelente lugar para caminhar, curtir o por do sol, aproveitar a culinária nos restaurantes ao redor e desfrutar da natureza.





Qual o horário de funcionamento (entrada gratuita)?
Domingo a Terça – 07h a 00h
Quarta e Quinta – 07h a 01h
Sexta e Sábado – 07h a 02h

E você, já foi à Brasília ou é de lá? Nos ajude enviando dicas!

Como chegar até Machu Picchu de Trem

A viagem para Machu Picchu é super tranquila e pode ser feita a partir de vários outros pontos. Uma coisa legal de se ressaltar é que não compensa ir para o Peru somente para ir à Machu Picchu, então aproveite e conheça Cusco, Arequipa e/ou Lima.

Uma coisa importante de saber é que o trem faz sua parada final no vilarejo de Águas Calientes, a partir de lá que você sobe até Machu Picchu. Existem duas opções principais de ida de trem até lá.

  • Você pode sair de Cusco, mais especificamente da estação Poroy, que fica 25 minutos distante de Cusco. Para chegar até lá, pegue um táxi, mas lembre de combinar um valor antes de sair, com o taxista. A viagem até Águas Calientes dura aproximadamente 4 horas.
  • Ou, pode sair de Ollantaytambo, que foi o que fizemos. Fechamos um passeio pelo Vale Sagrado, e quando o ônibus parou em Ollantaytambo, descemos por lá e pegamos o trem até Águas Calientes. A PeruRail e a IncaRail fazem o trajeto até Águas Calientes que dura aproximadamente 2 horas.


Existe também a opção de ir de Cusco e ir até Machu Picchu andando pela Trilha Inca. São mais de 40 km percorridos de 2 à 4 dias. Se quiser chegar pela trilha, é necessária reserva antecipada e estar acompanhado. 

Águas Calientes é o último povoado antes de chegar a Machu Picchu, a parada final do trem. Se você pegou o trem pela manhã e conseguiu comprar a volta para a noite, não há necessidade de ficar em hotel. Já se optou por fazer o passeio do Vale Sagrado, como nós, e pegou o trem só no final da tarde, você chegará em Águas pela noite e precisará de uma hospedagem para a noite e tem a vantagem de pegar um ônibus bem cedo para Machu Picchu e pegar o sítio arqueológico ainda vazio.




Para ver mais sobre os ingressos para Machu Picchu, que pode ser feito de micro-ônibus, que leva cerca de 20 minutos para chegar até o parque, ou por trilha, acesse AQUI! 






Quem faz a Trilha Inca não tem necessidade de pegar o ônibus, já que o fim da trilha é diretamente em Machu Picchu. 

Vaticano em meio dia!

Oi gente, hoje a dica que eu venho dar para vocês é sobre nossa ida ao Vaticano e o que tem pra ver por lá.

Curiosidade: Não sei se vocês sabiam, mas o Vaticano é o menor país do mundo (sim, ele é um país!!), com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. Mas assim, você nem percebe e nem lembra que está em outro país, pra mim eu estava em Roma e pronto rs.

Onde fica e como chegar?
O Vaticano fica ao lado do Bairro Prati, do rione Borgo (onde ficam as pequenas ruas que ligam o Rio Tibre e o Castel Sant’Angelo à Praça São Pedro), e também dos bairros Clodio e Aurelio. 
Fomos até lá de metrô, pela linha A e paramos na estação Ottaviano, daí são mais uns 10 minutos caminhando (vai ter muito fluxo indo pra lá, não há o risco de se perder).

Bom, antes da Basílica de São Pedro, do Papa e das multidões, vamos falar de um dos lugares mais espetaculares que eu vi nesse mundinho de Deus: a capela Sistina. Pensa num lugar que não dá vontade de sair nunca, de uma paz enorme! Então, vou começar esse post falando da entrada do museu (onde fica a capela).
A entrada custa 16 euros e pode ser comprada online AQUI! Existe também, uma vez no mês, mais especificamente no último domingo, a entrada livre ao museu, foi o nosso caso, não pagamos a entrada nesse dia. Se você tiver sorte da sua agenda bater, não precisa de reserva de ingresso, é só chegar cedo (antes das 8h), e entrar na fila. O museu abre às 9h.
Assim que conseguir entrar, você passa por um detector de metais, como na foto abaixo:
Fila para entrada
Detector de Metal na entrada

 Daí é só se encantar com arte para todos os lados, em cima, embaixo, dos lados. São pinturas em telas, parede, esculturas para cansar (mentira, não cansa!).




Isso tudo para chegar na capela Sistina. Para quem não sabe a capela Sistina é famosa pela sua arquitetura, inspirada no Templo de Salomão do Antigo Testamento, e sua decoração em afrescos, pintada pelos maiores artistas da Renascença, incluindo Michelangelo, Rafael, Bernini e Sandro Botticelli. Dentro da capela é proibido tirar fotos e gente, é tão linda, tão hipnotizante que a gente até esquece das fotos e quer mesmo é aproveitar cada segundo de tanta beleza.
Como não podemos tirar fotos, vou mostrar para vocês fotos que peguei na internet mesmo.

Teto da capela. Fonte: Wikipedia

Fonte: Wikipedia


Uma das telas mais famosas da capela é de Michelangelo: A criação de Adão, que foi pintada por volta de 1511 e representa o episódio no qual Deus cria o primeiro homem.

Fonte: Pinterest
Passamos boa parte da manhã no museu e aí fomos enfrentar uma nova fila: a da entrada da Basílica. Era uma fila enorme, um sol de rachar, mas la estávamos nós e depois de todo cansaço, não nos arrependemos do "sol no lombo" nem do tempo "perdido". A basílica é maravilhosa! 




Pena que foto nenhuma é capaz de retratar o quão lindo é o lugar. Só não ficamos lá mais tempo, pois meio dia o papa ia sair para o Angelus, e aí sim foi a hora de enfrentar multidões. Ele só apareceu lá na janelinha, mas foi emocionante!



E vocês, já estiveram no Vaticano, mandem dicas pra gente nos comentários!

Festa Junina - Ideias

Oi gente!! Mês de junho está chegando e com ele nossa deliciosa Festa Junina!
Tem coisa melhor que se aquecer na beira da fogueira comendo uma pipoca, um bolo bem caseiro ou um doce de leite? Tem quentão também, e vinho quentes, e paçoca e doce de abóbora! É tanta comida boa que já me dá água na boca! 

Foi pensando nisso que selecionamos várias ideias de decoração e comidinhas que podem ser feitas. Aproveitando, quem faz aniversário ou um chá bar em junho e quiser uma festa temática, a dica está dada!

Decoração
Usem e abusem das cestas, dos chapéus e das bandeirinhas. O colorido está liberado!










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...