Conexão de 1 dia em Toronto

Na nossa ida para o Canadá, tivemos um dia de conexão (na volta) em Toronto. Chegamos na cidade às 9h24 e nosso voo de volta era às 23h.

Como sair do aeroporto?
Existem duas opções (fora táxi) que pesquisamos. 
➨ A primeira é usando o Up Express Union Station, que liga o aeroporto Pearson até a estação central Union Station. Tem duração de 25 minutos. Andei pesquisando, e quando fomos (setembro de 2015) o preço estava de 53 dólares canadenses ida e volta (tipo uns 150 reais na época). Dando uma pesquisada hoje, vi que a partir de março de 2016 o preço caiu para 24 dólares ida e volta (12 cada percurso). O trem parte do Terminal 1 do Pearson Airport e os tickets podem ser comprados online, em máquinas de venda ou diretamente no trem, com cartão de crédito (há um acréscimo de 2 dólares nessa modalidade).

➨A outra maneira e, para nós, a mais viável foi usando o ônibus 192 Airport Rocket, que conecta o aeroporto (terminal 1 e 3) até a estação Kipling. E, com o mesmo ticket, você pode continuar a viagem de metrô até o centro (ou outro lugar).
A viagem custa 3,25 dólares canadenses, você paga diretamente com o motorista e, é bom avisar que ele nunca tem troco, então tenha o dinheiro contado.
Peça ao motorista o comprovante de pagamento, pois para continuar a viagem para o centro sem pagar a mais, você precisará apresentá-lo. 
Mais informações sobre a linha de ônibus AQUI.
Mais informações sobre as linhas de metrô em Toronto AQUI.

Nossa primeira parada nesse dia, foi na University of Toronto. Fomos de metrô até a estação Queen's Park e de lá andamos a pé toda a universidade (ou parte dela). Visitamos vários pontos, faculdades, quadras e a estação e o clima nos favoreceram para fotos lindas. 





A universidade de Toronto é uma universidade pública de pesquisa e foi fundada por carta patente real em 1827 como Colégio do Rei, a primeira instituição de ensino superior na colônia do Alto Canadá. Originalmente controlada pela Igreja da Inglaterra, a universidade assumiu o nome atual em 1850, tornando-se uma instituição secular. Como uma universidade colegiada, compreende doze faculdades, que diferem no caráter e na história, cada um com autonomia substancial em casos financeiros e institucionais (fonte: Wikipédia). 






De lá, depois de comprarmos uma caneca da universidade para nossa coleção, descemos a College Street até a Young Street e fomos até a Dundas Square, lá encontramos várias lojas, shoppings e até outlets interessantes.



Andamos mais um pouco (seguindo a Young Street) até chegarmos na Jack Layton Ferry Station, que fornece transporte entre o continente e as Ilhas de Toronto. Está localizado no Porto de Toronto, atrás do Westin Harbour Castle Hotel e ao lado do Harbour Square Park. 

O terminal foi conhecido como o Toronto Island Ferry Docks até 2013, quando foi renomeado em homenagem ao ex-conselheiro da cidade e membro federal Jack Layton. E lá paramos, sentamos, contemplamos a beleza da  natureza e descansamos um pouco.



De lá dava pra ver a torre da CN (Canadian National) que é uma torre turística e de comunicações que tem 553,33 metros  de altura, sendo a terceira maior torre do mundo. Ela é o principal cartão postal de Toronto, atraindo mais de dois milhões de visitantes anualmente.



Lógico que no meio desse trajeto almoçamos e jantamos, mas não me recordo onde, não foi em nenhum lugar extraordinário (se não teríamos anotado), passamos, vimos algo interessante, entramos e comemos rs. Aqui um mapinha para vocês se situarem melhor, no A está a Universidade de Toronto, no B está Dundas Square e o porto na letra C.


E vocês, tem dicas de coisas para fazer em Toronto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...