Batata Recheada com Creme Branco e Bacon

Receita para nos deixar com água na boca de tão deliciosa que é! Batata vai bem em toda ocasião, agora imagina então com muito bacon!!! Não dá pra ficar ruim 😉😉😉


Ingredientes

  • Batatas Grandes
  • 2 xícaras de leite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • sal e pimenta a gosto
  • bacon picado em tirinhas
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 copo de requeijão cremoso
  • batata palha
  • queijo ralado

Modo de Fazer
Lave as batatas e cozinhe em água fervente até que fiquem macias, mas firmes. Escorra e deixe esfriar ligeiramente.
Para o molho branco: ferva o leite e reserve. Derreta a manteiga e misture com a farinha, até formar um creme homogêneo. Aos poucos, vá acrescentando o leite e mexendo sem parar, para que não empelote. Misture o creme de leite e o requeijão ao molho branco.
Frite o bacon.
Corte uma tampa da batata na parte superior. Retire e reserve uma parte da polpa. Faça uma cavidade na batata.
Distribua o recheio na cavidade das batatas, acrescente o bacon frito e polvilhe o queijo parmesão e a batata palha.

Barnes Foundation

Olá pessoal,

A Filadélfia tem museu por toda parte! Um deles é o "The Barnes Foundation" (Fundação Barnes).

Pra começar, o prédio LINDO! Uma construção sensacional e recente: 2012. Mas a história desta fundação é bem mais antiga.






Ela foi fundada em 1922 por Albert C. Barnes, um químico colecionador de obras de arte. Segundo o site da Fundação, "The Barnes possui uma das melhores coleções de pinturas pós-impressionistas e da idade moderna com extensas obras de Pierre-Auguste Renoir, Paul Cézanne, Henri Matisse, Pablo Picasso, Henri Rousseau, Amedeo Modigliani, Chaim Soutine, e Giorgio de Chirico, bem como dos mestres americanos Charles Demuth, William Glackens, Horace Pippin, e Maurice Prendergast; pintuas antigas, esculturas africanas, pinturas e artes decorativas americanas, antiguidades da região mediterrânea e Ásia, cerâmicas de americanos nativos, jóias e têxteis".

Fonte: https://www.barnesfoundation.org/about/


A entrada para a coleção de artes custa $25 doláres, maaaas, no primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita.

Mais fotos da contrução: http://www.archdaily.com/238238/the-barnes-foundation-building-tod-williams-billie-tsien

Mais informações sobre a fundação: https://www.barnesfoundation.org/





Peças para se ter em todo Guarda Roupa Feminino

Hoje vim mostrar para vocês umas peças que são curinga em qualquer guarda roupa. São peças básicas para começar um look para diversas ocasiões, desde uma saída para o supermercado até uma balada ou festa social.

1. Camisa Branca 
Sabe aquela peça básica, que combina com tudo? Que dá certo desde o trabalho até à balada? Essa é a camisa branca. Sabe quando você tem uma calça, saia ou short e não sabe o que usar com ela? A camisa branca é a solução!


2. T-Shirt Branca
Pode ser lisa, bordada, estampada, é outra peça chave, indispensável e que cai bem em várias ocasiões. Além disso, essa peça pode ser encontrada em qualquer loja, em vários modelos (com golas diversas) e com ótimos preços!



3. Vestido Preto
O tão famoso pretinho básico, que pode ser básico ou não, é indispensável para quando surge aquele compromisso inesperado. A peça que combina com tudo, com qualquer cor de sapato, bolsa, penteado ou bijuteria.



4. Calça Jeans
Uma peça popular que conquistou a mulherada (e os homens também). É uma peça que todo mundo já deve ter pelo menos uma e que nunca é de mais. 


5. Jaqueta de Couro
Quase que um acessório para fazer o diferencial em um look. Saiu e acha que pode dar uma esfriadinha? A jaqueta de couro é uma peça despojada e que pode ser usada sempre!


6. Blazer 
Faz o mesmo papel da jaqueta de couro, mas de forma mais formal e social. Na dúvida, pra começar, compre um preto, que vai com tudo!


7. Saia Lápis
Assim como o blazer, para começar dê preferência à preta. Dá um ar de mulher moderna e independente, ótima para trabalhar!


8. Calça Skinny
Pode ser preta, colorida, jeans ou de couro, A calça skinny é super versátil e combina bem em várias ocasiões e com vários tipos de blusas e casacos. 


9. Vestido de festa
Sempre é bom ter um longo mais clássico para o caso de surgir algum evento em cima da hora. Um preto é clássico, mas ter um com cor ou estampado também vale.


Gostaram? Foram peças para começar um guarda roupa prático. E vocês, tem alguma peça coringa que vocês não abrem mão de ter?

Todas as fotos foram extraídas do site da Marina Casemiro. Lá tem MUITA dica de combinações e de looks para arrasar.

Amendoim Japonês


Sabe aquele pestisco que você começa a comer não consegue parar? Esse é o caso do amendoim japonês. Agora imagina ele caseiro, com mais sabor e com aquela casquinha o menos dura possível. Essa imaginação se tornou real! Essa receita ensina o passo a passo para uma das maravilhas do happy hour!

Ingredientes

1 kg de amendoim cru com casca vermelha

Primeira Calda

1/2 xícara (chá) de água
1 colher (sopa rasa) de sal
1 colher (café) de bicarbonato de sódio
1 xícara (chá) de açúcar refinado
3 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo

Segunda calda:

1/2 copo (tipo americano) de molho de soja light (molho shoyu)
1/3 xícara (chá) de água
1 colher (sopa) de açúcar
1/2 colher (sopa) de manteiga
1/2 colher (chá) de glutamato monossódico (Ajinomoto)
1/2 colher (chá) de sal

MODO DE PREPARO

Primeira calda:
Numa tigela coloque a água, o sal, o bicarbonato de sódio e o açúcar refinado e misture bem. Reserve.
Amendoim:
Numa assadeira grande coloque o amendoim cru com casca vermelha e umedeça aos poucos com calda (reservada acima) até que fiquem bem úmidos. Polvilhe aos poucos a farinha de trigo sobre os amendoins, coloque-os numa peneira e balance a peneira até retirar o excesso de farinha. Repita este processo por mais 3 vezes (total de 4).
Numa outra assadeira coloque os amendoins bem espalhados, leve ao forno moderado, preaquecido a 250°C até secar (cerca de 25 minutos), mexendo de vez em quando, para secar todos os lados. Retire do forno, quando estiver levemente dourado e crocante. Reserve.

Segunda calda:
Numa panela coloque o molho de soja light, a água, o açúcar, a manteiga, o glutamato monossódico e o sal e misture bem. Leve ao fogo até ferver. Coloque os amendoins (encapados e torrados) na panela misture e deixe no fogo até secar o fundo da panela. Coloque os amendoins novamente na assadeira e espalhe bem. Leve ao forno para secar, mexendo de vez em quando para secar por igual (cerca de 10 minutos). Retire do forno, espere esfriar e sirva.
Dica: para dar cor aos amendoins, substitua o molho de soja (shoyo) por:
Amarelo: 1 colher (café) cheia de açafrão com 2 colheres (café) cheia de curry.
Vermelho: 2 colheres (café) cheia de colorau e 1 colher (café) de pimenta caiena.
Verde: bata no liquidificador 1 xícara (chá) de água com 1/2 maço de salsinha e utilize 1/3 de xícara (chá) de água.

Iogurte Caseiro


Essa receita é muito muito fácil, os ingredientes são somente leite, que pode ser desnatado ou integral e iogurte natural, daqueles de copinho. O importante nesse caso é usar um iogurte que só contém leite e fermento lácteo como ingredientes. No final você pode adoçar como quiser, bater com frutas, comer com cereais, fica muito bom!

Ingredientes
  • 1 litro de leite 
  • 1 copo de iogurte integral natural
  • adoce a gosto
Modo de Fazer
  1. Primeiro colocaremos o leite em pó dissolvido no leite para ferver. Quando começar a borbulhar apague o fogo. A temperatura do leite para prosseguirmos a receita tem que ser de 40 graus. Caso você não tenha um termômetro, teste a temperatura colocando um pouquinho de leite em uma colher e colocando o dedo. Se você suportar a temperatura por 10 segundos está bom. Isso acontece depois de aproximadamente 30 minutos depois do fogo apagado.
  2. Acrescente o iogurte ao leite, mexa bem e coloque essa mistura em uma tigela que tenha tampa (caso não tenha, cubra com o papel filme e depois papel alumínio). Enrole uma toalha de mesa ou pano de prato na tigela e a coloque no forno do fogão desligado. O importante nesse momento é que não haja contato com a luz solar. Deixe lá por aproximadamente 10 horas. 
  3. Caso queira um iogurte mais líquido, está pronto. Caso queria mais firme, como um iogurte grego, coloque um pano de prato dentro de um escorredor de macarrão com uma tigela embaixo e jogue o iogurte la dentro para que escorra o soro e tenhamos a consistência desejada. Leve para geladeira por umas 4 horas para escorrer bem.
  4. Depois do soro escorrido, misture umas gotas de baunilha e adoce a gosto.

Panqueca Verde de Abobrinha

Hoje vim mostrar para vocês uma receita super simples, saborosa e nutritiva, é uma panqueca feita com abobrinha. Eu tava de bobeira, pensando no que ia fazer com uma abobrinha, pensei em um omelete, daí resolvi testar na forma de panqueca, e foi isso que resultou:


Antes da receita vou falar um pouco dos benefícios da abobrinha na nossa alimentação.

Propriedades Nutricionais da Abobrinha
Porção: 1 xícara de abobrinha cozida (220g)

Energia: 40 calorias
Carboidratos: 3,9 g
Fibras: 1,4 g
Proteínas: 1,2 g
Gorduras: 2,6 g

A abobrinha é uma fonte rica em vitaminas do complexo B (essenciais para o bom funcionamento dos sistemas neurológico, circulatório e imunológico), vitamina A (boa para a visão, pele, auxilia no crescimento e evita infecções), além de conter minerais como potássio, fósforo, cálcio, sódio e magnésio. Ajuda também a prevenir doenças que podem advir da falta de vitamina C. Quando consumida regularmente, a abobrinha pode auxiliar também na redução dos níveis de homocisteína, que é um aminoácido presente no sangue e que, em grandes quantidades pode causar entupimento de artérias e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Agora que já sabemos do bem que comer abobrinha nos faz, vamos para a receita que é bem simples:
Em um liquidificador bata 2 xícaras de abobrinha ralada com 4 ovos e 1/4 de xícara de farinha de aveia. Tempere com uma pitada de sal e pimenta. Daí é só fritar como panqueca. Na minha frigideira nem precisei de óleo, ela não grudou e ficou deliciosa!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...