Destino: Veneza


Veneza é um lugar inexplicável. Isso porque é diferente de qualquer lugar que a gente já viu. Nossa viagem pela Itália durou apenas 5 dias, então para não deixar Veneza de fora, fizemos um bate-e-volta a partir de Florença. A dica é pesquisar trem bem antes, quando os preços estão bem baixos. Li muita gente falando que Veneza não é tudo aquilo, mas acreditem, É SIM!

Fizemos um itinerário meio louco, só pra comer macarrão a bolonhesa em Bolonha! Isso mesmo, fomos de Florença ate Bolonha e de Bolonha até Veneza, com parada de 1 hora na ida e na volta em Bolonha. Na ida, como era bem cedo, fomos bem rápido ao centro da cidade, que estava vazio e fresco (fomos no verão, média de 35 graus), tiramos umas fotos e voltamos. Achamos a cidade bem simpática e válida para uma visita, caso tenha mais tempo por lá.




Na volta, paramos para jantar em um restaurante bem perto da estação de trem, na Galeria Due Agosto 1980. Por lá há vários lugares para comer, paramos no Bar AB. Tanto a lasanha, quanto o macarrão por 5 euros cada, e lógico, pedimos urgência pois tínhamos o trem partindo em 50 minutos. No fim deu tudo certo.





Não digo que foi o suficiente, porém acho que Veneza não necessita de uma visita muito longa, primeiro por ser bem pequena e segundo pois a Itália tem tantos outros lugares para se ver que seria pecado gastar tudo em uma única cidade.

Bom, voltando a Veneza, recomendo passar uma noite por lá, a vista deve ser incrível. Mas não há necessidade de mais de 2 dias. A primeira pergunta que todo mundo faz quando falamos que fomos à Veneza é "andaram de gôndola?". Não, não fizemos o passeio por dois motivos: primeiro pois estava muito caro, 80 euros, com o euros valendo mais de 4 reais e, depois, o sol estava insuportável, então optamos em ficar no vaporeto mesmo e passear na sombra.

Quando ir?
Fomos no alto verão. Não recomendo por dois motivos. Primeiro, o sol escaldante que não nos deixou nem dar uma passeio de gôndola (tá, o preço também influenciou para não darmos um rolê de gôndola). O segundo motivo é que o período de verão é o mesmo de férias na Europa, então estava MUITO MUITO lotado. Creio que a melhor época seria começo do outono, já que o inverno deve ser bem frio.
O bom do verão é que as fotos sempre saem com um lindo céu e quase nem chove, então não há muita coisa que atrapalhe o passeio.

Como chegar?
Não é permitido transitar de carro pelas ruas de Veneza, então, se forem de carro, terão de parar em um estacionamento logo após a ponte principal na entrada da cidade. Há vários estacionamentos por lá, numa faixa de preço de €20 por dia. Se for de trem pode atravessar a cidade a pé, ou já pegar um vaporeto até a Piazza San Marco. Você compra o ticket para o Vaporeto nos pontos em que ele para. O ticket normal do Vaporeto vale por 75 minutos, desde que você siga sempre a mesma direção.  Há descontos para tickets válidos por mais tempo. Acho super válido, pois você para em vários pontos turísticos e ainda aproveita o passeio pelo grande canal.


Onde ir?
Chegando na Piazza San Marco (só seguir o fluxo e as placas) há o Campanário de São Marcos (Campanile de San Marco), onde você pode subir e contemplar a vista de Veneza por cima. O valor da entrada é de €8 e há elevador. Horário de Funcionamento: Outubro: 9:00 às 19:00 - Novembro até a Páscoa: 9:30 às 15:45 - Páscoa até Junho: 9:00 às 19:00 - Julho à Setembro: 9:00 às 21:00.




Na mesma praça está o Palácio Ducal (Pallazo Ducale), centro do poder político por muito tempo e a Basílica de San Marco. A entrada no palácio custa 16 euros e funciona até as 19:00 no verão e até 17:30 no inverno. Já a entrada na Basília é gratuita e até as 17:00, porém não se pode entrar com mochilas e nem mostrando ombros ou com roupas curtas. Nesse caso a dica, assim como em Roma, é: leve sempre um lenço na bolsa para cobrir os ombros, caso esteja de regata e mais um para as pernas, caso esteja com roupa curta. Quanto à mochila, existe um guarda-volumes não muito perto da basílica, não sei o preço pois assim que fomos barrados por estar com mochila, eu entrei enquanto o Wallace aguardou bem na frente da entrada da Basílica (sem fila), e depois revesei com ele. Vale a pena a visita!Há também o museu de San Marco onde são mantidos os cavalos de bronze originais, com entrada a €5. A Torre do Relógio é uma joia do Renascimento, com uma vista única sobre a Piazza. Funciona das 12:00 às 16:00 e os ingressos só podem ser comprados antecipadamente por €12.

Outro ponto turístico de Veneza é a Ponte di Rialto, que foi minha decepção. Ela estava metade em reforma e com um banner gigante de propaganda no meio dela. Porém, atravessá-la não deixa de ser algo marcante.


Existem vários sites onde você pode encontrar mapas e guias para ajudar, e muito, no seu passeio. Um guia com mapas bem completo que encontrei, pode ser visto AQUI.
Aí fomos andando pelas ruas, nos perdemos (o que é bem fácil por lá) e paramos no Museo Storico Navale, com uma vista muito bonita e uma sombra muito boa para descansar um pouco.



Onde comer?
Não fomos em nenhum lugar muito específico. Paramos em um lugar que vendia pizza, wrap, etc. e comemos por lá mesmo. A dica é não procurar nada muito perto da Piazza de San Marco, lá os preços são pega turista.


Dicas Úteis

  • Em Veneza existe o Tourist Pass que dá direito a 48 horas de transporte público + ingressos para Palazzo Ducale e outros 10 Museus de Veneza + 16 igrejas, Fundação Querini Stampalia e Museu Hebraíco por €69.90. Mais informações: http://www.veneziaunica.it/
  • Existe também o Museum Pass que dá direito à ingresso nos Museus da Praça de São Marcos (Palazzo Ducale, Museu Correr, Biblioteca Marciana e Museu Arqueológico Nacional) por €17,50.
  • Os banheiros públicos em Veneza são pagos €1.50 na cidade e €1 na estação do trem. Não adianta procurar por banheiros gratuitos pois por lá, eles não existem.

Qualquer dúvida, só comentar aqui que eu respondo!
Beijos

Receita de Pão Integral de Liquidificador

Gente, super emoção falar que eu fiz um pão :D
Parte triste é que não tinha forma para pão em casa, então fiz em uma forma de pudim.


Receitinha super fácil, nutritiva e gostosa. Pega aí os ingredientes:
  • 2 copos de farinha de trigo integral (400 ml)
  • 1 copo de água morna (200 ml)
  • 1/4 copo de óleo vegetal (50 ml)
  • 1 sachê de 10 gramas de fermento biológico seco
  • 1/2 colher de sopa de açúcar
  • 1/2 colher de sopa de sal

Aqui eu tirei duas colheres da farinha de trigo e coloquei farelo de aveia e também acrescentei uma colher de farinha de linhaça. Dá para acrescentar linhaça em grãos também.

Primeiro batemos todos os ingredientes (exceto a farinha e o fermento) no liquidificador. Vamos acrescentando a farinha aos poucos e batendo até no final colocar o fermento. Disponha a massa em forma untada e enfarinhada, cubra com pano de prato e deixe dentro do forno (desligado) para a massa crescer por 20 minutos. Feito isso, leve assar em forno 180 graus (pode mudar de forno para forno), até que ao testar com o palito, o mesmo saia limpo.

Faça você mesma: Topo de Bolo

Já imaginou fazer seu próprio topo de bolo? Quando pensamos no biscuit, sempre requer uma prática maior, porém existe muitas outras possibilidades que podem ser a cara de vocês e feita em casa!

Topo com fotos: Super simples de fazer, e muito original. Dá pra se fazer em casa, sem muito material, dois suportes de fotos e duas fotos no tamanho de preferência dos noivos.
Uma variação desse topo que eu já vi, foi com fotos dos dois bebês.


Topo de crochê: Sua mãe/tia/avó sabe fazer crochê? Aproveite as habilidades delas para reproduzir esse topo de bolo fofíssimo! A receita pode ser vista AQUI.




E por fim, o topo de bolo que me ganhou: feito com madeira. Nosso topo foi esse aqui:


O topo de madeira pode ser comprado AQUI (foi onde comprei o meu). Depois é só desenhar nos bonecos e pintar. Os acessórios (boina e coroa) eu fiz com biscuit (primeira vez que usei). Querem mais ideias de topo com madeira? Veja aqui:



Fonte: Pinterest

Faça você mesma: Bolo Fake

Quando pensamos em casamento, pensamos logo em bolo! E a gente sabe que fazer um bolo de andar, lindo e cheio de detalhes custa um bom dinheiro. Daí surgem os bolos falsos, que estão ficando cada vez mais comuns nas festas, tanto de casamento quanto aniversários. 

Os bolos falsos são, normalmente de isopor. A base do meu bolo comprei na Só Isopor, bem próxima à 25 de março, porém essas bases são fáceis de encontrar em lojas online.
A decoração e cobertura do bolo podem ser feitas de várias formas: pasta americana, tecido, eva e massa corrida! Minha surpresa foi enorme quando vi que poderia usar a massa corrida e logo fiz o teste, que resultou no meu bolo:


No meu caso comprei uma tinta de relevo e escrevi a demonstração de um teorema famoso da Matemática (eu e o marido somo matemáticos) e colei umas pérolas para dar um toque mais delicado.

O passo a passo do bolo, eu peguei AQUI, tem um vídeo bem explicado, na verdade acho que 3 vídeos, mas que valem a pena! O endereço da Só Isopor em São Paulo é esse:

Só Isopor - São PauloRua Cavalheiro Basílio Jafet, 190 - Centro
Telefone: (11) 3227-8388
CEP: 01022-020
Estado: São Paulo

Ideias de decoração de Natal


HO HO HO!

Estava eu dando uma olhadinha no facebook, até que encontrei um post que alguém compartilhou super legal de ideias para o Natal, que já está aqui ó, do ladinho, esperando pra entrar em sua casa.
O melhor de tudo é que são ideias super válidas tanto na fofura, quanto no bolso, pois utiliza muita coisa que temos ou podemos encontrar bem fácil. Começando pelas queridinhas árvores de Natal, aquela lá de cima é bem fofa pra reunir a família e ver lembranças do ano que está por acabar, sem contar que é simples de tudo né? Aí temos essa feita com base de barbante (?) e fita adesiva, aí a criatividade que escolhe os adereços a serem pendurados.


Com base de madeira, aproveitando prateleiras:


Ou com base de gravetos!! Isso mesmo, são gravetos e eu particularmente gamei nessas, fica um estilo rústico, mas sem perder o encanto.




Não podia faltar a árvore comestível feita com biscoitos em formato de estrelas de tamanhos diferentes, ou um simples brownie cortado em triângulos.



E que tal uma guirlanda de prendedor de roupas?


Ou então dar um toque especial àquele aperitivo básico?


Só sei que adorei todas as ideias, e posto tudo o que eu fizer de fofo nesse Natal aqui para vocês. E vocês também, não esqueçam de comentar sobre o que já fizeram ou ideias do que vão fazer!

Faça Você Mesma: Flores de Biscuit

Nunca pensei em fazer nada de biscuit, nunca fiz curso e nem tinha visto passo-a-passo de nenhum produto. Até que, pensando no meu bolo fake (depois que eu terminar posto aqui pra vocês), decidi procurar flores de biscuit, para serem feitas sem auxílio de cortadores ou formas. Aí encontrei esse vídeo, que é muito bom, super explicadinho e que me encorajou a tentar fazer as tais rosas.


Acho que o biscuit que comprei não era dos melhores, pois estava um pouco duro para trabalhar com ele (dá pra ver até a vermelha um pouco rachada), porém gostei do resultado que obtive mesmo assim, acho que para alguém que nunca trabalhou com nada desse tipo, fui até bem (ou não rs).



 Agora é só praticar até chegar numa rosa como a ensinada no vídeo e colocar no meu lindo bolo :D

Faça Você Mesma: Lembrancinha de Casamento

Olá gente! O assunto de hoje é algo que me deixou pensativa por muito tempo. Eu queria uma lembracinha que eu pudesse fazer e que fosse útil de alguma forma. Depois de muita pesquisa, resolvi fazer um bordado em ponto cruz em uma toalha de lavabo com nossas iniciais. Minha mãe se dispôs a fazer o saquinho e eis o resultado (sem reparar na unha descascada hehe):


Não sabe ponto cruz, ou não gostou dessa lembrancinha? Não se preocupe, tem mais ideias aqui:

Que tal adoçar a festa fazendo cupcakes como lembranças? As receitas podem ser de vários sabores: de limão, doce de leite, chocolate, coco (receitas aqui), é só botar a imaginação para trabalhar e escolher o sabor que mais combina com vocês.


Essas caixinhas são bem úteis e podem levar chocolates, balas o até biscoitos. Dá pra encontrar no Aliexpress (só ter paciência pois demora uns bons dias para chegar).


Cookies de chocolate! Deu até água na boca!


Doces no pote estão na moda e são uma delicadeza só! Pode ter doces caseiros, geleia, brigadeiro de colher e até doce de leite em cubos.



Sobre Mim


Não sei dizer de onde veio essa paixão por artesanato, o que me lembro é da minha mãe me botando pra fazer tudo quanto é curso quando era adolescente: pintura, bordado, fitas, artesanato com jornal, bijuterias, e confesso, eu achava um saco. Mas isso até eu ver o quanto é legal você presentear alguém com algo exclusivo e feito por você mesma. Então, assim que decidimos nos casar, eu e o Wallace, já fui logo procurando todas as formas de fazer muita coisa artesanal, e aqui apresento para vocês detalhes de todas as coisas que procurei e que fiz. 
Aqui encontrarão também receitas práticas e saudáveis (as vezes não, porque ninguém é de ferro), para que possa começar a vida a dois de forma mais saborosa, além de dicas de decoração, que podem ser feitas de forma simples e também as poucas coisas sobre beleza das quais eu me interesso bastante, tipo assuntos relacionados a cabelo :D
Aproveito o blog para postar dicas sobre lugares que já fomos e que podem ser uma boa ideia de lua-de-mel, falando sobre como economizar e como aproveitar ao máximo o que cada lugar tem à oferecer.
Ah, atualmente faço doutorado em Matemática computacional e o artesanato/culinária são Hobbies que me fazem esquecer um pouco do mundo turbulento da pós graduação.

Espero que gostem e aproveitem o máximo o que eu posso tentar oferecer de dicas para vocês!

Querem enviar sugestões, pedidos, comentários ou algum material para o blog? Escreva para nós, ficaremos muito contentes de retornar o contato e ajudar no que for possível!



foxyform
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...